Comissão Própria de Avaliação
  • A UFSC NOS INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2015 (divulgados em 08/03/2017)

    Publicado em 09/03/2017 às %I:%M %p


  • PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE CURSO E DA INSTITUIÇÃO INICIA EM 28/11

    Publicado em 28/11/2016 às %I:%M %p


  • (Português) ACESSO AOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO DE CURSO DE 2016/1

    Publicado em 06/10/2016 às %I:%M %p


  • (Português) EVENTO ‘DESAFIOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA UFSC’

    Publicado em 24/06/2016 às %I:%M %p


  • (Português) PARA DOCENTES – ACESSO AOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO DE CURSO DE 2015.2

    Publicado em 13/05/2016 às %I:%M %p


  • (Português) ACESSO AOS RESULTADOS GERAIS DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DE 2015

    Publicado em 10/05/2016 às %I:%M %p

    Sorry, this entry is only available in Português.


  • (Português) AVALIAÇÃO DE CURSO 2015.1 – ACESSO AOS RESULTADOS

    Publicado em 10/11/2015 às %I:%M %p


  • (Português) CPA DIVULGA RESULTADOS DA AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATIVA A 2014

    Publicado em 03/06/2015 às %I:%M %p


  • Plano de Desenvolvimento Institucional da UFSC – PDI 2015-2019

    Publicado em 05/10/2014 às %I:%M %p

    O Plano de Desenvolvimento Institucional é um instrumento de gestão que norteia o caminho a ser seguido pela universidade num período de cinco anos. Trata-se de um documento obrigatório, exigido pelo Ministério da Educação, para avaliação da instituição e de todos os cursos. O PDI é constituído pela filosofia de trabalho, pela declaração da missão, visão e perfil institucional, pelas orientações para as diretrizes pedagógicas, pelas atividades acadêmicas e pela infraestrutura da instituição.

    No PDI encontra-se o Projeto Pedagógico Institucional (PPI), importante peça que representa a linha pedagógica e política que a instituição adota e norteia o gerenciamento dos seus cursos de graduação e pós-graduação, além das atividades pesquisa, extensão, cultura, artes e esportes.

    A minuta inicial do PDI, referente ao período de 2015 a 2019, foi elaborada por uma Comissão, nomeada e designada para este fim. Porém, após discussões envolvendo toda a comunidade universitária este documento será aprimorado e apresentado ao Conselho Universitário, de forma que, ao final de 2014, já tenhamos um novo PDI da UFSC.

    A Consulta Pública ficará aberta no período de 08 de setembro a 10 de outubro.

    A minuta do PDI e as orientações para o envio de sugestões estarão disponíveis no site do Departamento de Planejamento e Gestão da Informação – DPGI –  http://dpgi.proplan.ufsc.br/

     

    Venha participar da Consulta Pública e contribuir para o êxito do planejamento da UFSC e construção do PDI 2015-2019.


  • A AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA UFSC E A CPA

    Publicado em 10/09/2014 às %I:%M %p

    A Comissão Própria de Avaliação da Universidade Federal de Santa Catarina  (CPA/UFSC), instituída pela Portaria nº 327/GR/2005, de 11 de abril de 2005, em atendimento ao disposto na Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, que institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, regulamentada pela Portaria Ministerial – MEC nº 2.051, de 9 de julho de 2004, constitui-se em órgão colegiado permanente de coordenação do processo de autoavaliação da Universidade.

    A autoavaliação institucional constitui-se em um processo de caráter diagnóstico, formativo e de compromisso coletivo, que tem por objetivo identificar o perfil da Universidade e o significado de sua atuação por meio de suas atividades, cursos, programas, projetos e setores, observados os princípios que regem o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior e as singularidades da Universidade.

    O processo de autoavaliação institucional, conduzido pela CPA, considera as diferentes dimensões institucionais propostas pelo SINAES (Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior) e, na formulação dos instrumentos avaliativos, procura adequar-se aos preceitos estabelecidos pela CONAES (Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior), formalizados nos documentos-base: Diretrizes para a Avaliação das Instituições de Educação Superior (2004) e no Roteiro da Auto-Avaliação das Instituições (RAAI), no que se refere à organização, sistematização, concepção, princípios, dimensões da avaliação e sua implementação